image

Em casas mal ventiladas, é frequente obterem-se concentrações de co2 de mais de 4000 ppm (partes por milhão) em quartos, indiciando um elevado grau de viciação do ar. O limite recomendado é de 1250 ppm.

Ao isolar as casas, por vezes, a ventilação não é acautelada, impedindo a renovação do ar interior e promovendo o aparecimento de humidades e bolores prejudiciais

Uma ventilação deficiente não acautela a remoção dos poluentes do interior da habitação. Os efeitos da má qualidade do ar devido a uma fraca ventilação dependem da natureza do poluente, dose inalada, idade dos ocupantes, estado de saúde, vulnerabilidade da pessoa entre outros. Mesmo a curto prazo, os efeitos podem ser sérios: náuseas, tosse, doenças respiratórias, crises de asma, e, em casos extremos, asfixia e morte (intoxicação por monóxido de carbono [CO]).

Uma fraca ventilação pode também originar patologias na habitação comprometendo a vida útil desta.

A ventilação desadequada dos espaços pode ser responsável por 50% das perdas térmicas da fração.

image

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s