Pavilhão de Portugal na Expo 98 / Álvaro Siza Vieira

expo-1812611_960_720

Fonte: https://www.archdaily.com.br/

No Pavilhão Português da Expo 98, estrutura e forma arquitetônica trabalham em graciosa sintonia. Situado na foz do rio Tejo, em Lisboa, Portugal, o coração do projeto é uma enorme cobertura de concreto, incrivelmente fina, que se apoia, sem esforço, entre dois pórticos robustos, enquadrando uma vista dominante da água. O movimento simples, gestual, é ao mesmo tempo leve e poderoso, uma solução arquitetônica arrojada para o problema comum da praça pública coberta.

Construído para a Exposição Mundial de Lisboa de 1998, o edifício foi projetado para ser a peça temática central do festival e o pavilhão do país sede. O tema da Expo, “Os Oceanos: Uma Herança para o Futuro”, comemorou o patrimônio das descobertas portuguesas e exigiu do arquiteto uma interação sensível entre o pavilhão e o porto. Siza, que na época era o mais renomado arquiteto moderno de Portugal, foi escolhido para projetar o edifício como a grande entrada para o espaço da exposição. Com a ajuda do compatriota Eduardo Souto de Moura e conhecimentos de engenharia de Cecil Balmond, Siza criou um espaço visualmente impressionante e altamente eficaz para satisfazer as necessidades programáticas do festival e requisitos específicos do local.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s